Alimentação e sistema imune no inverno

Publicado em 17/05 às 14h

Nos meses de inverno é muito comum encontrar pessoas com sinais e sintomas de gripes, resfriados, rinite, asma, bronquite e infecções respiratórias no geral. No frio, além das temperatura amenas, o clima é mais seco e com isso ocorre aumento das partículas de poluição e as vias aéreas ficam mais secas, o que faz com que fiquemos mais susceptíveis aos patógenos.

Algumas atitudes do dia-a-dia, como manter o corpo aquecido e evitar choque térmico contribuem para nos proteger contra essas doenças. No entanto, manter o sistema imunológico em bom funcionamento é uma das principais armas que temos. Uma alimentação equilibrada e individualizada é aliada do sistema imunológico e alguns nutrientes essenciais para uma atividade eficaz, como zinco, selênio, manganês, cobre, ferro, magnésio, vitamina D, C, ômega 3, entre outros.

Adicionar alguns alimentos na sua alimentação nessa época do ano podem garantir uma melhora do sistema imune. Entre os exemplos desse tipo de alimento, estão o alho que é um alimento antisséptico e anti-inflamatório, possui excelentes resultados no combate a gripes e resfriados. O suco de laranja, principalmente devido ao teor considerável de vitamina C também auxilia no fortalecimento do sistema imunológico. Além de manter uma alimentação saudável como um todo, rica em frutas, legumes, verduras, oleaginosas, peixes e óleos essenciais.

A suplementação seja de qualquer nutriente ou alimento deve ser feita de maneira supervisionada. Antes de introduzir um suplemento no dia a dia, o individuo deve buscar uma orientação nutricional, pois tanto o excesso como a falta de nutrientes pode ser prejudicial à saúde, portanto é necessário uma análise prévia da vida do paciente como um todo.

O importante é manter a recomendação adequada durante a maior parte do tempo, evitando oscilações na eficiência do sistema imunológico. Através da nutrição funcional e de uma dieta individualizada e equilibrada podemos garantir uma melhora do sistema imune e assim, evitar doenças recorrentes dessa época do ano.

Referências bibliográficas:

CARNAUBA, R.A.; QUEIROZ, C.R.G.; CHAVES, D.F.S. Flavonoides. In: CHAVES, D.F.S. et al. Nutrição Clínica Funcional: Compostos Bioativos dos Alimentos. São Paulo: Vp Editora, 2015. Cap. 8. p. 159-188.

KIM, S. et al. Comparative studies of bioactive organosulphur compounds and antioxidant activities in garlic (Allium sativum L.), elephant garlic (Allium ampeloprasum L.) and onion (Allium cepa L.). Natural Product Research; 5:1-5, 2017.

TANGPRICHA, V. et al. He Vitamin D for Enhancing the Immune System in Cystic Fibrosis (DISC) trial: Rationale and design of a multi-center, double-blind, placebo-controlled trial of high dose bolus administration of vitamin D3 during acute pulmonary exacerbation of cystic fibrosis. Contemporary Clinical Trials Communications; 6:39-45,2017.

ROWE, C.A. et al. Regular Consumption of Concord Grape Juice Benefits Human Immunity. Journal Of Medicinal Food; 14(1-2):69-78,2011.

BURKARD, M. et al. Dietary flavonoids and modulation of natural killer cells: Implications in malignant and viral diseases. The Journal Of Nutritional Biochemistry; 46:1-12, 2017.





ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS